Indústrias de alimentos saltam 12,8% de faturamento em 2020
Indústria

Indústrias de alimentos saltam 12,8% de faturamento em 2020

Descontada a inflação do período, a indústria de alimentos obteve aumento de 3,3% nas vendas reais ano passado.

25 de fevereiro de 2021

arroba publicidade
A indústria brasileira de alimentos e bebidas registrou crescimento de 12,8% em faturamento em relação a 2019, atingindo R$ 789,2 bilhões, somadas exportações e vendas para o mercado interno. Os dados foram divulgados ontem (24/02) em coletiva de imprensa da Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (Abia), pelo presidente executivo da entidade, João Dornellas, e a presidente do Conselho Diretor da Associação, Grazielle Parenti.
 
Esse resultado representa 10,5% do PIB nacional. Em 2019, o setor registrou R$ 699,9 bilhões. Descontada a inflação do período, a indústria de alimentos obteve aumento de 3,3% nas vendas reais ano passado.
 
Na produção física (volume de produção), o setor cresceu 1,8% em relação a 2019. Esse resultado se deveu ao aumento das vendas para o varejo, de 16,2% em 2020, e das vendas para o mercado externo, de 11,4%.
 
Em relação à geração de empregos, mesmo com o impacto da Covid-19 sobre o setor de alimentos, que gerou um custo adicional de produção de 4,8% em 2020, a indústria de alimentos e bebidas criou 20 mil novas vagas diretas, alta de 1,2% em relação a 2019.
 
O setor é o que mais gera empregos na indústria de transformação do Brasil, com 1,68 milhão de empregos diretos.
 
As vendas do mercado interno - varejo e food service – apresentaram ligeira queda de 0,85% nas vendas reais. O food service (alimentação preparada fora do lar), impactado diretamente pela pandemia, recuou 24,3% em 2020, enquanto o mercado varejista cresceu 16,2%.
 
A indústria de alimentos e bebidas expandiu em 11,4% as exportações em 2020 em comparação com o ano anterior, totalizando US$ 38,2 bilhões contra US$ 34,2 bilhões em 2019.
 
Esse resultado representa uma participação de 25% nas vendas totais do setor em 2020. Em 2019, essa representatividade ficou em 19,2%. Leia aqui mais informações sobre o relatório da Abia.
 
Diversos veículos repercutiram os números, entre os quais o SBT, que entrevistou Fernando Botelho, Controller da Crusoe Foods. A empresa de pescado em conserva no Ceará investiu R$ 30 milhões para atender as demandas interna e externa.
 
O volume de produção chegou a 70 milhões de unidades. “No ano de 2020, a gente teve um recorde nas exportações, foram 4.100 t de atum. E as nossas vendas cresceram tanto no mercado nacional quanto para as exportações”, indicou.
 

abia, alimentos, bebidas, Crusoe Foods, enlatadas, exportações

 
BaresSP publicidade 980x90 bares
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3