Embalagens para pescado atentas às demandas dos consumidores
Indústria

Embalagens para pescado atentas às demandas dos consumidores

Embalagens flexíveis são a opção que mais cresce no mercado de pescado

Assunta Napolitano Camilo - 07 de junho de 2022

Atender as demandas dos consumidores é primordial. Todos estão em busca de uma opção mais econômica, mais bela, mais conveniente, mais segura ou que tem menor impacto ambiental. Embalagens que atendem as necessidades dos consumidores têm mais chances de sucesso nas gôndolas.
 
A embalagem flexível apresenta o menor custo, nem por isso, precisa entregar apenas este atributo. A barreira que pode conferir, aliada ao menor peso e quantidade de material utilizado, menor energia usada na transformação, pode ser uma grande contribuição para redução da emissão de gases de efeito estufa.
 
Além disso, a embalagem tem que destacar o produto no ponto de venda, seja no ambiente virtual ou no ponto de venda físico. 
 
A embalagem da linha de peixes Tilly traz uma proposta de layout que deixa claro as opções: filés de merluza ou tilápia ou posta de tilápia.  Destaca os benefícios dos produtos e convence com uma bela produção fotográfica de uma sugestão de prato. O verso transparente permite a visualização dos filés pelo consumidor, além de trazer receita, uma tabela nutricional clara e razões para o consumo.
 
A embalagem da Frescatto explora um conceito de design “espartano” simples e direto. Mais de 50% da área “mostra” os cortes de pescado, destacando o selo dos 75 anos da empresa e uma moldura dourada. O verso, com “chapado” branco, traz receitas, dicas e tabela nutricional clara.  A inclusão de zíper e um picote para facilitar a abertura é uma conveniência importante para quem quer usar parte dos filés e guardar o restante.
 
Falta ainda ao setor começar a incluir simbologia ambiental e orientar o consumidor sobre como descartar corretamente suas embalagens. Precisamos usar a embalagem para promover a educação ambiental da população. 
 
A questão da economia circular das embalagens flexíveis precisa ser resolvida, ao menos, enfrentada de forma racional, como deve ser. Tem sido inócua a demonização das embalagens plásticas como estratégia de grupos “pró-ambiente”, uma vez que elas continuam crescendo em todo o mundo, independente de tantos ataques. 
 
Imaginem um mundo sem elas. Como poderíamos proteger os alimentos e os distribuir pelo mundo? Assim, seria mais efetivo, todos contribuirmos de forma positiva, indicando caminhos e soluções para o delicado problema.
 
Alimentar as pessoas é fundamental para um mundo melhor e todos temos que concordar que esta é a função mais nobre das embalagens. É preciso rever alguns conceitos e mudar o foco para juntos encontrarmos soluções. 
 
EMBALAGEM MELHOR PROMOVE UM MUNDO MELHOR!
 
Créditos: Divulgação

Assunta Napolitano Camila, embalagens, Frescatto, Indústria, peixes, pescado, Tilly, varejo

Sobre Assunta Napolitano Camilo
 
  • Diretora da Consultoria de Embalagens FuturePack, do Instituto de Embalagens e a da Coleção de livros: Embalagem Melhor. Mundo Melhor. instituto@ideembalagens.com.br
 
BaresSP publicidade 980x90 bares
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3