Médico-veterinário argentino desenvolve vacina oral para tilápias
Aquicultura

Médico-veterinário argentino desenvolve vacina oral para tilápias

Equipe conseguiu desenvolver uma vacina que - pelo menos no laboratório - produziu resultados impressionantes

02 de março de 2021

arroba publicidade

Impressionado com o volume de trabalho envolvido na vacinação individual de tilápias, o médico-veterinário argentino Luis Barletta concentrou os esforços da sua startup Feedvax para desenvolver uma alternativa oral às vacinas comerciais existentes contra Streptococcus.

Conforme ele explica ao The Fish Site, o trabalho começou em 2017 e a previsão é de que o medicamento seja testado em fazendas ainda em 2021. “A doença tem duas formas de apresentação, a forma aguda e a subaguda. A forma aguda apresenta alta mortalidade repentina, geralmente durante a estação quente, e pode durar de 2 a 3 semanas", falou.

Já a forma subaguda, conforme ele, apresenta sintomas leves, mas por longos períodos, o que é ruim para os FCRs [taxas de conversão alimentar] e torna os peixes mais suscetíveis a outros patógenos. "Esse cenário é responsável por cerca de 30% de todas as perdas no setor de tilápia da América do Sul”, diz Barletta.

A equipe agora conseguiu desenvolver uma vacina que - pelo menos no laboratório - produziu resultados impressionantes, diz o veículo. “Nossos testes de laboratório são promissores, mostrando uma taxa de sobrevivência relativa de cerca de 80 por cento, e agora estamos procurando reformular a vacina para que possa ser produzida de forma escalonável. Os primeiros testes de campo devem ocorrer antes do final do ano ”, explica Barletta.

Outra vantagem da vacina com patente pendente é o fato de poder ser armazenada em temperatura ambiente, eliminando assim um grande ponto de dor, especialmente no abastecimento de fazendas em locais tropicais remotos. E a combinação de fácil armazenamento e administração atrai claramente os agricultores.

Créditos da imagem: Acervo/Seafood Brasil

 

aquicultura, aquicultura, Luis Barletta, Luis Barletta, Streptococcus, Streptococcus, tilápia, tilápia, vacina oral, vacina oral

 
BaresSP publicidade 980x90 bares
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3