Vendas do varejo cresceram 4,97% em julho, diz Abras

Vendas do varejo cresceram 4,97% em julho, diz Abras

No acumulado do ano, vendas dos supermercados registram queda de -0,20% em análise deflacionada

31 de agosto de 2015

arroba publicidade
A comparação com o ano anterior mostra deterioração nos resultados do varejo, mas indicadores da Associação Brasileira de Supermercados (Abras) divulgados nesta segunda (31/08) mostram que as vendas do setor cresceram 4,97% na comparação com o mês anterior.

Os valores são reais, ou seja, deflacionados pelo IPCA/IBGE. Já ante julho de 2014, as vendas mostram queda de -1,32%. Se a base de comparação for o acumulado anual, as vendas registraram queda de -0,20%, quando confrontadas com o mesmo período do ano anterior.

Sem descontar a inflação, os supermercadistas associados à Abras apuraram vendas 5,62% maiores ante o mês anterior e de 8,11% em relação a julho do ano passado. No acumulado do ano, o percentual de crescimento foi de 8,07%.

De acordo com Sussumu Honda, presidente do Conselho Consultivo da Abras, o ritmo lento da economia brasileira já afeta as vendas do setor supermercadista. "Por enquanto, podemos considerar as vendas praticamente estáveis em relação ao ano passado, mas trabalhamos por melhores resultados”, afirma.

A Abras também faz um levantamento de uma cesta de 35 produtos de largo consumo, como alimentos (incluindo cerveja e refrigerante), higiene, beleza e limpeza doméstica. O Abrasmercado, como é chamado, apurou alta de 0,82%, passando de R$ 411,03 em junho para R$ 414,40 em julho. O índice é pesquisado pela GfK e analisado pelo Departamento de Economia e Pesquisa da Abras.

Veja aqui mais detalhes dos indicadores Abras.

abras, GFK, supermercado, varejo

 
BaresSP publicidade 980x90 bares
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3