Varejo decepciona e alimentação fora do lar sobe

Varejo decepciona e alimentação fora do lar sobe

26 de junho de 2013

arroba publicidade
Crédito da imagem:Simon Shek


Dados do IBGE mostram que as vendas do varejo decepcionaram, subindo apenas 0,5% nos últimos dois meses, e ainda estão impactadas pela inflação elevada contaminando o consumo, principalmente em supermercados. Contrariando esse cenário, surge a alimentação fora do lar, que subiu 143% nos últimos dez anos, impulsionando o mercado de foodservice e também o de franquias.

A tendência é que a alimentação em restaurantes e lanchonetes continue subindo em função das famílias estarem cada vez menores. A previsão de que os preços internacionais das commodities continuem em alta também e deve pressionar o valor das refeições.

O economista do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), Fabiano Camargo, observa que a dificuldade de mobilidade urbana, principalmente nas grandes cidades, faz as pessoas se alimentarem cada vez mais perto do trabalho.

Já a situação da inflação é preocupante para o comércio e deve girar em torno de 5,66% até o final do ano. E a taxa de câmbio também pode influenciar no ritmo das vendas durante 2013.
Diante desse cenário, o mercado vem reduzindo as expectativas de crescimento da economia brasileira neste ano, que já rondam o nível de 2,56%.

Já o IBGE informou que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) desacelerou a alta, em junho, a 0,38% favorecido pelos preços de remédios e alimentos, mas ainda assim estourou o teto da meta do governo em 12 meses.

alimentação fora do lar, foodservice, inflação, varejo

 
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3