SisSardinha é lançado; Mais 5 terminais pesqueiros no PPI
Institucional

SisSardinha é lançado; Mais 5 terminais pesqueiros no PPI

IN Nº 18 estabelece regras de monitoramento para avaliação do novo período de defeso

12 de junho de 2020

arroba publicidade
O Diário Oficial da União publicou nesta sexta-feira (10/06), a alteração dos arts. 4º e 5º da Instrução Normativa IBAMA nº 15, de 21 de maio de 2009. A IN  Nº 18, oficialmente elimina o defeso de recrutamento ou de inverno na pesca deste recurso, conforme solicitação do setor produtivo da sardinha e anuência de pesquisadores da espécie, como o Dr. Paulo Ricardo Schwingel, da Univali.
 
A nova IN  estabelece regras de monitoramento para avaliação do novo período de defeso. Um destes instrumentos será o SisSardinha, sistema eletrônico de aporte e reporte de dados similar ao desenvolvido para a tainha. A ferramenta tem o objetivo de substituir os mapas de bordo de papel por digitais, evitando o deslocamento dos pescadores a superintendências regionais da SAP e agilizando a obtenção de estatística pesqueira para a comunidade.
 
Em postagem no Instagram, o secretário Jorge Seif Jr. celebrou a novidade. “Resgataremos o controle estatístico e facilitaremos a vida de todos do setor. Sem deslocamento, sem papel, sem intervenção humana: tudo digital.” Ele prometeu ainda estender a abrangência do sistema ainda em 2020 para outras modalidades, citando lagosta, pargo, camarão e atum.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

🇧🇷Hoje, o Governo Digital já oferece mais de 150 serviços ao cidadão brasileiro, sem sair de casa. A SAP também é parceira da SGD e está modernizando vários sistemas: Além do relatório de produção de aquicultura em águas da união (já 100% digital), do novo SisRGP (em fase final de implantação), amanhã, 12 de junho, disponibilizaremos mais um sistema: O SisSardinha. Essa ferramenta trará várias contribuições para o Brasil, entre elas: substituição dos mapas de bordo de papel por digital, aportes a estatística pesqueira, subsídios para a Comunidade Científica e fim de deslocamento dos pescadores até as superintendências para entrega dos mapas(que não eram utilizados para o devido fim). Ainda em 2020 outras modalidades serão contempladas, entre elas lagosta, pargo, camarao, atum, etc. Resgataremos o controle estatístico e facilitaremos a vida de todos do setor. Sem deslocamento, sem papel, sem intervenção humana: tudo digital. Link nos Stories e na Bio. Avante Pesca! Avante Capitão! Avante Brasil!🐟

Uma publicação compartilhada por Jorge Seif Junior (@jorgeseifjunior) em

11 de Jun, 2020 às 10:31 PDT
 
Confira aqui mais informações sobre como funcionará o sistema.
 
 
Habilitação de mais cinco terminais para cessão à iniciativa privada
 
Outra novidade de impacto ao setor pesqueiro anunciada pela SAP foi a aprovação, na 13ª Reunião do Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (PPIs) do Ministério da Economia, realizada na quarta-feira, da habilitação de mais cinco terminais para cessão à iniciativa privada, seguindo o exemplo do Terminal de Cabedelo (Paraíba), Manaus (AM) e Belém (PA).
 
De acordo com outra postagem de Seif Jr. no Instagram, serão incluídos na carteira do PPI os terminais de  Vitória (ES), Santos (SP), Cananéia (SP), Natal (RN) e Aracaju (SE).
 

 

Créditos da Imagem: PxHere.

Jorge Seif Jr., período de defeso, PPIs, privatização, SAP, sardinha, SisSardinha, terminais pesqueiros

 
BaresSP publicidade 980x90 bares
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3