Pescadores e maricultores de SC ganham linha de crédito
Institucional

Pescadores e maricultores de SC ganham linha de crédito

São duas linhas de créditos disponíveis a partir deste ano

23 de janeiro de 2020

arroba publicidade
Os maricultores e pescadores artesanais de Santa Catarina (SC) terão, a partir deste ano, acesso aos recursos para organização da maricultura, ocupação das áreas aquícolas e aquisição de equipamentos para segurança das embarcações. O apoio vem da Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural e os financiamentos serão via Fundo Estadual de Desenvolvimento Rural (FDR).
 
Tatiana da Gama Cunha, presidente da Associação de Maricultores do Sul da Ilha (Amasi) em SC, acredita que o benefício irá auxiliará no crescimento do setor e que também será uma forma de regularizar as vendas, pois umas das exigências é a nota fiscal do produtor.
 
Gama informa que em uma das assembleias da Associação foi apresentado ao extensionista da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) as dificuldades encontradas no acesso ao crédito da Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (PRONAF). "Solicitamos que levasse ao governo do Estado para que este criasse uma linha de crédito ao maricultor, pois até então o maricultor não se enquadrava em nenhuma linha disponibilizada pelo Estado".
 
Segundo ela, os maricultores que foram contemplados na licitação de 2011 e que estejam cadastrados e emitindo a Nota Fiscal de Produtor Eletrônica (NFPe), conseguiram ter acesso a recente linha de crédito disponibilizada pelo governo de SC. Mas ainda é preciso que o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa)  finalize o processo de licitação das áreas aquícolas de SC para que todos os maricultores do Estado possam acessar o crédito disponibilizado.
 
 
Benefício
 
Para os maricultores com áreas aquícolas concedidas pelo antigo Ministério da Aquicultura e Pesca, atual SAP/Mapa, estarão disponíveis recursos para aquisição de bens ou serviços para realocação ou instalação de estrutura de produção nos locais determinados. 
 
Cada produtor poderá ter financiamento de até R$ 40 mil, com cinco anos de prazo para pagamento, com parcelas anuais e sem juros. Os pescadores artesanais e maricultores também terão financiamentos para aquisição de equipamentos para segurança e instrumentalização das embarcações, com  limite de R$ 15 mil, e cinco anos de prazo para pagamento, com parcelas anuais e sem juros.
 
Nas duas linhas de crédito, se os produtores pagarem todas as parcelas até a data do vencimento, receberão a última parcela como bonificação. Os pescadores e maricultores interessados em participar do projeto devem procurar o escritório municipal da Epagri.
 
"Este é um reconhecimento à maricultura e à pesca do nosso Estado. Temos um grande potencial a ser explorado e estamos muito atentos a isso. As novas linhas de crédito do Fundo de Desenvolvimento Rural são iniciativas do Governo do Estado e da Secretaria da Agricultura em busca de inovação, tecnologia, segurança, qualidade de vida e renda para o maricultor e pescador de Santa Catarina", falou o secretário da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural em exercício, Ricardo Miotto.
 
 
Créditos da imagem: https://www.publicdomainpictures.net/pt/view-image.php?image=7327&picture=mexilhoes
 

 
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3