Mapa e Abras lançam oficialmente a Semana do Peixe com materiais e cartilhas de apoio

Mapa e Abras lançam oficialmente a Semana do Peixe com materiais e cartilhas de apoio

Varejo já preparou promoções, enquanto Fiesp e instituições acadêmicas terão programa de palestras e atividades de engajamento do consumidor no consumo de pescado

31 de agosto de 2016

arroba publicidade
Uma coletiva de imprensa realizada nesta terça-feira (30/08) na sede da Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS) marcou oficialmente o início da 13ª Semana do Peixe junto à grande mídia. A campanha começa amanhã (1º de setembro) e vai até dia 15 de setembro, com ações espalhadas por todo o Brasil, da produção à comercialização no varejo e food service, passando pelo setor acadêmico.

O vice-presidente de Relações Institucionais da Abras, Márcio Milan, disse aos jornalistas que “Peixe é saboroso, saudável e sustentável” é o mote da campanha deste ano, que prevê, para o período, crescimento de até 25% nas vendas. Participaram ainda do evento o consultor especializado e coordenador da Semana do Peixe, Abraão Oliveira, e o coordenador adjunto do Comitê da Cadeia Produtiva da Pesca e Aquicultura da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Compesca/Fiesp), Pedro Henrique Pereira.

Milan informou que as vendas das peixarias dos supermercados de 2010 até 2015 registraram incremento nominal de 137% no acumulado do período. “É importante ter em mente que o estímulo ao consumo de peixe e frutos do mar se alinha à crescente da demanda da população por uma alimentação mais saudável. A Semana do Peixe traz consigo mais do que um propósito meramente comercial, ela participa de um processo de mudança de hábitos e isso se verifica quando avaliamos que, nos 13 anos de sua realização, o consumo per capita, no País, foi de 6kg para 9,6kg e as estimativas da FAO são de que, até 2025, cheguemos a 12,7kg.”

Já Oliveira destacou o fato de a iniciativa privada ter abraçado a campanha e, por meio da união dos elos da cadeia, cumprir papel protagonista neste ano. “Essa campanha nasceu no governo federal, mas, a partir desta edição, passa a ser conduzida pela iniciativa privada, especialmente pela Abras e pelo Compesca. Isso é bom, porque revela a autonomia que o evento está adquirindo; revela sua capacidade de caminhar com as próprias pernas, com as pernas dos elos dessa cadeia produtiva que, seguramente, quando se fala em proteína animal, é uma das que mais crescerá no País nos próximos anos.”

Pereira, do Compesca, falou da relevância da Semana do Peixe como a terceira data comercial mais importante, no ano, para a cadeia de pescados. “Já são 13 anos e os resultados, em algumas das edições anteriores, prova que, desde que as ações estejam bem alinhadas entre os atores desse segmento, o resultado de vendas acontece.” Hoje, executivo da indústria de pescados, Pereira lembra que já esteve do outro lado do balcão, trabalhando no varejo, e, em algumas oportunidades, durante a Semana do Peixe, o grupo varejista em que trabalhava chegou a alcançar crescimento de vendas de até 25%.

Milan justificou a previsão de expansão de vendas. “Houve anos, como 2009, em que a campanha significou aumento médio de 20% a 25% nas vendas de peixes em supermercados em relação a datas comuns, sem promoção.” Neste ano, como já informamos, diversas cadeias trarão produtos promocionais no período.

O GPA, por exemplo, por meio das bandeiras Extra, Pão de Açúcar, Minimercado Extra e Minuto Pão de Açúcar, aderiu à campanha e espera crescimento de 15% nas vendas de peixe fresco, congelado e bacalhau. Depois de negociar com fornecedores, conseguiu aplicar descontos de 20% em média no período da campanha. Além disso, imprimiu folheteria específica com quase 3 milhões de cópias.

Na rede Extra, os peixes frescos terão ofertas todos os dias, enquanto os congelados participam da dinâmica “1,2,3 Passos da Economia”, na qual os descontos são progressivos conforme a quantidade comprada. Segundo o GPA, o bacalhau está aproximadamente 20% mais barato na comparação com a última Páscoa.

Já no Pão de Açúcar, o cliente encontrará ofertas de produtos selecionados, como patas de king crab e snow crab, sardinha portuguesa, arenque norueguês, bolinho de bacalhau, além de todo o cardápio de sushis produzidos pela própria rede. As lojas do Minuto Pão de Açúcar e do Minimercado Extra, além do e-commerce, também participam da Semana do Peixe com ofertas especiais.

O sucesso do pescado

O Compesca fechou a programação do seminário “O Sucesso do Pescado”, que terá três histórias inspiradoras de empreendedores e executivos do setor dedicados  a transformar o pescado em um grande negócio. O evento ocorre na sede da Fiesp (Av. Paulista, 1313), no dia 08 de setembro, com início programado para às 9h.

Maria Rosilene Sousa Costa, a Rosi, vai contar sua trajetória de funcionária da peixaria à compradora de pescado em uma das maiores redes varejistas do País, o Carrefour. Afonso Vívolo, diretor da Trutas NR, comentará como se deu a integração entre produção e indústria que converteu a NR na maior fornecedora nacional de trutas arco-íris. Encerra o programa de palestras a diretora da Yoshi Pescados, Patrícia Dias Nascimento, que abordará a inovação no desenvolvimento de produtos a base de pescado. O encerramento do evento terá ainda um brunch com espaço para relacionamento e geração de negócios entre as empresas presentes.

Confirme sua participação aqui. As inscrições são gratuitas.

Ações na Academia

O programa de cursos de extensão, MBA e pós-graduação da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz /USP focado no pescado, Aqua Pecege, gravou um vídeo especialmente para a Semana do Peixe, que pode ser acessado aqui. Nele, os especialistas Débora Planello e Rafael Barone discutem sobre os principais aspectos da cadeia produtiva e os entraves para a expansão do consumo de pescado no Brasil.

O vídeo traz ainda um convite para que todos participem da Semana do Peixe. “Este ano a cadeia se integrou muito bem para fazer ações de promoção e divulgação, preços promocionais e informações ao consumidor”, diz Débora. A especialista anunciou ainda que o Aqua Pecege terá um curso especial focado no consumo do pescado para o segundo semestre. Assista aqui ao vídeo e preencha o formulário para receber mais informações sobre o curso.

Ainda na USP, mas no campus São Paulo da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ/USP), a professora Simone de Carvalho Balian, do Departamento de Medicina Veterinária Preventiva e Saúde Animal (VPS), e o engenheiro de pesca e doutorando (VPS), Werner Martins, apresentarão informações para o público geral sobre o consumo de pescado em duas ocasiões.

Em 8 de setembro, Simone vai coordenar uma oficina cultural entre as 13h e 17 horas para a Terceira Idade com o mote “Pescado, consumo saudável e consciente” no Anfiteatro do VPS. No dia 14, a professora abre um painel às 15h com uma discussão sobre a importância do médico veterinário para a segurança e promoção do consumo de pescado no Brasil. Na sequência, às 16h, Werner Martins vai apresentar dicas e sugestões para instruir a população a adquirir e consumir pescado com segurança. Veja aqui a programação completa.

Outra iniciativa pretende difundir o consumo de pescado para crianças. O Laboratório de Probiótico na Universidade Federal do Pará (Campus de Bragança) vai realizar, entre 12 e 15 de setembro quatro oficinas para incentivar o consumo de pescado para crianças de uma escola estadual (2 turmas) e uma escola municipal (2 turmas) do município.

A empresa G-Pesca e a Diretoria de Extensão da Universidade Federal do Pará em Bragança (Diex) apoiam a iniciativa, que pretende incentivar e sensibilizar crianças de 08 a 12 anos para alguns procedimentos de tecnologia do pescado realizados no laboratório. Entre outras atividades, as crianças terão a oportunidade de realizar o procedimento do surimi para fazer um bolo de milho e um patê para o lanche. “Dessa forma, vamos demonstrar outras maneiras de consumo do pescado, uma vez que o mesmo é rico em proteínas, ácidos graxos e aminoácidos que são elementos importantes para uma boa alimentação”, indica Dioniso de Souza Sampaio, professor-adjunto e pesquisador.

Receitas, cartaz oficial e apoio das empresas

O Ministério da Agricultura (Mapa), por meio da Secretaria de Aquicultura e Pesca (SAP), disponibilizou um livro de receitas que intercala informações sobre como escolher, conservar e consumir pescado. Com 22 páginas, a publicação traz receitas como pirarucu de casaca e moqueca capixaba. Baixe aqui.

A SAP/MAPA ainda disponibilizou a arte de um cartaz que pode ser impresso para a utilização em pontos de venda e demais estabelecimentos que integram a cadeia produtiva do pescado e que pretendem aderir à Semana do Peixe. Baixe aqui.

A Gomes da Costa,

Os patrocinadores do setor privado também acrescentaram novas ações. A Gomes da Costa, que também apoia a campanha, elaborou duas receitas a base de sardinha e está divulgando a um mailing de jornalistas especializados em alimentos e gastronomia.

Já a Dell Mare Pescados participará com material de merchandising no ponto de venda, além de tabloides e encartes no Carrefour, Walmart, Bompreço, BIG, Nacional, Cencosud (Prezunic, Bretas, G. Barbosa, Perini), Pão de Açucar, Zaffari, Mambo e St. Marche. A marca também fará uma ação especial com pratos a preços promocionais e distribuição de livros de receitas em mais de 30 restaurantes.

Festival #ComaMaisPeixe

Se o leitor estiver em São Paulo durante a Semana do Peixe não deixe de visitar os restaurantes participantes do Festival #ComaMaisPeixe, organizado pelo Grupo 5 Business Solutions. Entre 1º e 18 de setembro, mais de 20 restaurantes da capital paulista vão apresentar receitas autorais e exclusivas para o evento com preços convidativos: no almoço R$ 29,90 e no Jantar R$ 39,90.

Segundo Tathyana Araújo, diretora comercial do Grupo 5, o foco é transmitir a mensagem de que o consumo consciente vai além da saudabilidade. “Vamos explorar os benefícios nutricionais, mas também o que está por trás desse consumo. A campanha visa também estimular a cadeia produtiva a reduzir custos, viabilizando mais acesso aos estabelecimentos e consumidores finais”.

A Campanha#ComaMaisPeixe conta com o patrocínio das empresas Peixes da Amazônia e Maui Seafood, além do apoio institucional da ABRASEL-SP, da Associação Paulista de Nutrição (Apan) e do Sindicato dos Nutricionistas do Estado de São Paulo (Sindinutri SP), além da Seafood Brasil como mídia de apoio. Acesse as mídias sociais para mais informações Facebook: coma+peixe e Instagram: @comamaispeixe.

Espalhe por aí!

Publique fotos e vídeos associados à Semana do Peixe em sua rede social com a hashtag #semanadopeixe e ajude a incrementar o consumo do pescado em todo o País. Vale fotos de preços promocionais no varejo, festivais gastronômicos, cursos e qualquer outra iniciativa que ajude a difundir o mote “saudável, saboroso e sustentável”.

abras, Alaska Seafood Marketing Institute, carrefour, Cencosud, coma mais peixe, Dell Mare, Eataly, Gomes da Costa, GPA, Makro, Mapa, semanadopeixe, semanadopeixe2016, St. Marche

 
BaresSP publicidade 980x90 bares
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3