Leal Santos e matriz espanhola vão em busca de certificado MSC para atum; evento em SP vai discutir sustentabilidade

Leal Santos e matriz espanhola vão em busca de certificado MSC para atum; evento em SP vai discutir sustentabilidade

Se concluída com êxito, pesca do bonito-listrado será a primeira do Atlântico a ser certificada

20 de julho de 2018

arroba publicidade
Os galegos da Actemsa anunciaram que submeteram a empresa e a filial brasileira Leal-Santos ao processo de avaliação do Marine Stewardship Council (MSC) para a certificação de sustentabilidade da pesca do atum bonito-listrado (Katsuwonus pelamis).

Por meio da base no Rio Grande do Sul, o grupo dispõe de 6 barcos para capturar em torno de 5 mil toneladas de bonito-listrado nas águas brasileiras do Atlântico. No Brasil, a Leal-Santos vende o produto com a marca Armazém Sustentável.

Segundo a companhia espanhola, especializada na importação e exportação de tunídeos, esta é a primeira pescaria da espécie no Atlântico que se submete à avaliação completa da MSC. Caso o processo seja concluído com êxito, os produtos da empresa portarão o selo azul da MSC de pescaria sustentável.

A MSC calcula que mais de 900 mil toneladas de capturas de atum já são certificadas no padrão MSC, das quais mais de de 600 mil toneladas correspondem ao bonito-listrado capturado no Oceano Índico e no Pacífico Ocidental.

Na visão da diretora da MSC para Espanha e Portugal, Laura Rodriguez, a certificação pode representar um marco na melhora da sustentabilidade dos tunídeos tropicais no Atlântico. "A Actemsa é pioneira em levar a certificação para o Atlântico."

Fundada em 1994 por Severino Escurís Batalla, a espanhola Actemsa é sediada em La Coruña e comprou em 2006 a indústria de conservas Leal-Santos. Em outubro do ano passado, firmou compromisso com a World Wildlife Fund e as indústrias conserveiras para adotar práticas sustentáveis em um Projeto de Melhoria Pesqueira (FIP, do inglês Fisheries Improvement Project).

Seminário em SP vai discutir sustentabilidade no pescado

No próximo dia 24 de julho, o Teatro da Unibes Cultural, em São Paulo, vai receber a quarta edição do Seminário Pesca e Aquicultura: Buscando soluções sustentáveis. Entre as 9h30 e 17h, o seminário vai oferecer painéis com apresentações breves, mediação e interação com o público sobre os seguintes temas:

Responsabilidade Social na Pesca
Indústria Responsável: Iniciativas de Sustentabilidade em Grande Escala
Chefs e Influenciadores Digitais: Consumo Sustentável
Impulsionando Mudanças Positivas: Varejistas e seus compromissos de sustentabilidade

O evento é uma iniciativa da Aliança Brasileira pela Pesca Sustentável e conta com o apoio do Seafood Watch, programa de recomendação de consumo de pescado sustentável criado pelo aquário de Monterey Bay, na California, Estados Unidos.


https://www.youtube.com/watch?v=lzLf2_7LCDU

Actemsa, Cintia Miyaji, Leal-Santos, msc, pesca, pescado, Seafood Watch, Simone Lenz, sustentabilidade, varejo

 
BaresSP publicidade 980x90 bares
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3