Estudo indica melhora média dos estoques pesqueiros no mundo
Pesca

Estudo indica melhora média dos estoques pesqueiros no mundo

Pesquisa ainda sugere que com investimento científico, de gerenciamento e de fiscalização tornará os oceanos mais abundantes e sustentáveis

16 de janeiro de 2020

arroba publicidade
Um estudo divulgado em 13 de janeiro de 2020 no Proceedings of the National Academy of Sciences of the United States of America (PNAS), apontou que, em média, os estoques pesqueiros cientificamente avaliados em todo o mundo estão saudáveis ​​ou melhorando. 
 
Conforme o Sustainable Fisheries, o artigo também indica um roteiro claro de sustentabilidade para os estoques de peixes que não são gerenciados. O estudo lança uma luz sobre a percepção alarmante de que os estoques pesqueiro já estão abaixo do ideal. E sugere que investimento científico, em gerenciamento e fiscalização tornará os oceanos mais abundantes e sustentáveis. 
 
A publicação defende que o gerenciamento da pesca é o segredo. Quando bem gerida, ela é sustentável. Primeiro há a coleta de dados científicos e a avaliação da pesca, posteriormente a regulamentação e a aplicação das políticas de pesca.
 
Para avaliação, a pesquisa utilizou atualizações do RAM Legacy Stock Assessment Database, que fornece uma compilação de resultados de avaliação de estoque de populações marinhas exploradas comercialmente de todo o mundo. A partir de 2019, o banco de dados contém informações sobre 882 populações de peixes marinhos, representando cerca de metade dos frutos do mar capturados na natureza. Em 2009, o banco de dados estava com apenas 166. 
 
Com o trabalho divulgado na PNAS, revelou-se que, em média, os estoques de peixes melhoram nas últimas duas décadas. Ele também fornece o status global dos estoques de peixes e a da sustentabilidade da pesca nos últimos 50 anos. 
 
 
Créditos da imagem: https://pxhere.com/pt/photo/1152420
 

 
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3