Equador Gourmet reúne representantes do food service em SP
Food Service

Equador Gourmet reúne representantes do food service em SP

Encontro serviu para fortalecer a reabertura das importações do camarão vannamei ao mercado brasileiro

21 de agosto de 2019

arroba publicidade
Na tarde de 20/08, camarões e merluzas equatorianas estiveram no cardápio selecionado para o Equador Gourmet, encontro para convidados realizado pelo Escritório Comercial do Equador no Brasil (Pro Ecuador) na sede da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), em São Paulo.
 
chef Juliano Valese foi o responsável pelos pratos oferecidos na degustação de frutos do mar que contou com a presença do Cônsul do Equador Marco Larrea Monard reuniu representantes do food service nacional. A cerimônia serviu para fortalecer a reabertura das importações do camarão vannamei ao mercado brasileiro. No evento, o diretor do Escritório Comercial do Equador Danilo Albán Flores apresentou informações sobre a cadeia produtiva do pescado no país.
 
Albán falou sobre a grande variedade de frutos do mar e peixes frescos e congeladas que o Equador exporta para o mundo. As exportações de merluza têm aumentado para o mercado brasileiro que atualmente é um dos principais destinos do produto junto com a Rússia e os Estados Unidos. O Pro Ecuador informou que entre janeiro e maio de 2019, foram exportadas mais de US$ 4 milhões de merluza para o Brasil, o que representa um crescimento maior de 200% com relação a 2018.
 
O diretor também destacou a atuação como o segundo maior exportador de camarão do planeta, só em 2018, foram 506 mil toneladas do crustáceo o que representou US$ 3,2 bilhões. "Desde 1999 o setor de camarão do Equador entrou em um processo de modernização e tecnificação e o resultado são camarões com características única, sabor e textura".
 
Para o Brasil, os embarques do camarão vannamei equatoriano cessaram em julho, após decisão de maio da ministra Cármen Lúcia, então presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), que atendeu ao pedido do Estado do Maranhão para suspender a importação do crustáceo por razões sanitárias. Entretanto, a atividade foi retomada no final de 2018, após a autorização do novo presidente do STF, Dias Toffoli. (leia mais aqui).
 
 
 
 
De acordo com o Pro Ecuador, o vannamei equatoriano já se encontra no mercado e se posiciona de maneira positiva no consumidor brasileiro. O mesmo acontece com a merluza equatoriana, que nos últimos anos vem ganhando muita força no mercado nacional. Conforme a entidade, o setor do camarão é o mais importante nas exportações de pescado do país.

 
BaresSP publicidade 980x90 bares
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3