16ª edição da Semana do Pescado começa em mais de 2000 lojas do País
Varejo

16ª edição da Semana do Pescado começa em mais de 2000 lojas do País

Ainda dá tempo de empresas de varejo e food service participarem

28 de agosto de 2019

arroba publicidade
No próximo domingo (1) começa oficialmente em todo o País a 16ª edição da Semana do Pescado, o evento busca incentivar a realização de ações em prol do aumento de vendas e do consumo de peixes e frutos do mar no Brasil.
 
Neste ano, a campanha é organizada pelo Instituto ProPescado e vai até o dia 15 de setembro. “Sabemos que o brasileiro muitas vezes deixa de comer pescado porque acha o seu preço elevado. Mas há mais de 400 espécies comerciais para todos os bolsos e gostos que poderão ser encontrados durante e depois da campanha”, avalia Roberto Imai, diretor do Instituto. “Por isso, estimulamos o envolvimento de toda a cadeia produtiva neste evento, desde pequenos produtores até as grandes redes de varejo”, explica.
 
A iniciativa também visa ampliar o debate sobre a evolução brasileira neste que é o setor com maior faturamento entre todas as proteínas animais no mundo. Em 2018, o Brasil produziu mais de 800 mil toneladas de peixes e camarões em cativeiro, segundo a Associação Brasileira da Piscicultura (PeixeBR) e a Associação brasileira de Criadores de Camarão (ABCC). 
 
Se somarmos a oferta estimada de 700 mil toneladas da pesca continental e marinha e a informalidade, a disponibilidade nacional de pescado chega a 1,5 milhão de toneladas. Já as importações representaram quase 360 mil toneladas no mesmo período. A produção de camarão no Brasil também cresceu em no período, chegando a 77 mil toneladas, 18% superior ao ano anterior. 
 
Forte adesão do varejo
As maiores redes de varejo do País, entre as 100 maiores do Ranking Abras/Super Hiper, confirmaram a realização de ações promocionais com pescado no período. Em torno de 20 redes confirmaram adesão à campanha até o momento com ações promocionais associadas ao pescado programadas para o período.
 
Somando as lojas de Carrefour, Grupo Pão de Açúcar, Walmart, GBarbosa | Prezunic, Super Muffato, Coop, Atacadão Atakarejo, Hiperideal Supermercados e outras redes, o número de lojas participantes com pescado em promoção chega a aproximadamente 2000 estabelecimentos.
 
 O Carrefour, por exemplo, preparou uma série de ações em todo o Brasil. A rede pretende apresentar revistas temáticas de acordo com as características de cada praça, além de prometer preços bem atrativos para ter o seu melhor desempenho na Semana do Pescado.
 
"O Carrefour pretende surpreender mais uma vez, e sonha em fazer a melhor Semana do Pescado dos últimos tempos. Para isso, estamos nos preparando com ações diferenciadas junto aos fornecedores como degustação, atendentes diferenciados, troca de brindes agressividade de preços e uma revista temática que atenda a regionalidade de cada praça onde atuamos", afirma Rodrigo de Mattos Teixeira, diretor comercial de Peixaria do Carrefour.
 
Com essas iniciativas, a rede tem uma meta robusta: ser visto como referência na venda de pescado. "Ser reconhecido como a melhor opção de compra em pescado do varejo brasileiro", acrescenta o diretor comercial, que projetou um crescimento de mais de 10% "Nossa expectativa é superar o crescimento em duplo dígito no período comparável, visto que o ano passado não tivemos uma performance tão boa", afirma.
 
A aposta do Grupo Pão de Açúcar (GPA) se dará a partir do compartilhamento de informações, com a apresentação dos benefícios do consumo de pescado, além de disponibilizar de receitas que o torne mais saboroso. E as diferentes marcas da rede estarão engajadas na Semana do Pescado.
 
"Teremos mídias e campanhas promocionais direcionadas para o incentivo ao consumo de pescado tanto para o Extra quanto para o Pão de Açúcar. O objetivo é destacar os diferenciais da proteína e do sortimento das nossas lojas, bem como receitas de chefs e dicas de especialistas sobre o preparo dos peixes. As ativações promocionais nas duas marcas terão bastante força, repassando preços e condições especiais para os nossos clientes, estimulando a compra de pescado e também o conhecimento de novos sabores", diz Rafael Monezi, Gerente Comercial do GPA.
 
Com a divulgação dos benefícios do pescado, o GPA acredita que pode contribuir para a elevação do consumo per capita dessa proteína, com sua inserção na cultura alimentar dos brasileiros.
 
"Esperamos contribuir com o aumento do consumo per capita e a solidificação da cadeia de pescado, não só durante a Semana do Pescado, mas em todos os meses do ano. O consumidor brasileiro precisa se familiarizar e inserir na sua cultura de consumo de proteína animal o hábito semanal de optar por pescados em sua dieta e entendemos que, como varejistas, temos um papel importante na disseminação dessas informações e no oferecimento de diferentes espécies a preços justos", diz Monezi.
 
Para o GPA, a Semana do Pescado se tornou a terceira data mais importante para a venda de pescado, consolidando-se no calendário comercial do setor. "Ano a ano, o período em que é realizada a Semana do Pescado ganha mais relevância e passa a ser uma das datas mais importantes na venda de pescados depois da Páscoa e do Natal, datas sazonais nas quais os consumidores buscam mais esse tipo de proteína. A expectativa para esse ano é crescer 10% na comparação com a Semana do Pescado do ano passado", aponta.
 
O Walmart, que passa por um processo de conversão para Big no Brasil, também adotará ações relevantes em todo o Brasil para promover a Semana do Pescado e acredita, assim como as outras redes varejistas, em um aumento expressivo nas vendas. Para isso, já organiza algumas iniciativas. "Promoções com encarte de descontos, ações especiais com eventos para clientes", afirma, apostando que a Semana do Pescado será a oportunidade de elevar o consumo da proteína. "Temos expectativas de incrementar nossas vendas em 10%", conclui.
 
Participação regional
 
A tradicional rede carioca Supermercados Mundial começa suas ações na quarta-feira (28/8) e vai até o dia12 de setembro com a Semana do Pescado em todas as 20 lojas do grupo.
 
De acordo com o Mundial, durante esse período, terá uma lâmina exclusiva com ofertas especiais de pescado frescos e congelados. Os descontos podem chegar a 15%. No Rio, a rede se destaca por ser uma das poucas que conta com espaço exclusivo para a peixaria. Entre os produtos em promoção estão a sardinha, linguado, tilápia e o salmão.
 
“Nosso intuito com a Semana é incentivar o consumo deste alimento altamente nutritivo para que esteja mais presente no cardápio das famílias, visando a saudabilidade do brasileiro”, comenta Marcelo Leite, comprador responsável deste setor no Mundial. A expectativa da rede é aumentar as vendas do setor em torno de 25% nesse período.
 
Além dos grandes grupos, empresas regionais também se planejam para oferecer condições especiais de preços e ações promocionais. Como é o caso da Rede Imperatriz, com lojas em seis municípios de Santa Catarina, o grupo regional que se organizou e oferecerá condições especiais durante toda a quinzena em que ocorre a campanha.
 
Já redes como a Natural da Terra, de São Paulo, e Atakadão Atakarejo, da Bahia, também prometem ofertas em peixes, crustáceos e moluscos.
 
O site da Semana do Pescado segue cadastrando os eventos e ações que serão realizadas no País todo. Ainda dá tempo de empresas de todos os portes, de varejo e food service participarem No portal é possível baixar os materiais (gratuitos e irrestritos) que poderão ser expostos em suas lojas. E esse conteúdo está disponível na aba "Materiais de Divulgação" no topo do site ou através do link http://www.semanadopescado.com.br/materiais-de-divulgacao 
 

 
 

Notícias do Pescado

 

 

 
SeafoodBrasil 2019(c) todos os direitos reservados. Desenvolvido por BR3